OS CÉUS E A TERRA, POR PASTOR PINDI DUEME (PREGAÇÃO) - "Y-H"

Recente

O SEU LAR DA SALVAÇÃO

terça-feira, 30 de outubro de 2018

OS CÉUS E A TERRA, POR PASTOR PINDI DUEME (PREGAÇÃO)

BREVE BIBLIOGRAFIA: Pindi Firmino Dueme, escritor e pastor do Centro Internacional da Paz- Angola (Cabinda), uma das Igrejas afiliadas da Assembleia de Deus Pentecostal, ministério Nova Jerusalém.
Como Ministro da Palavra, basea os seus ensinamentos na obra da Cruz e a Graça do Senhor Jesus Cristo, na descoberta do Propósito da vida de cada homem, na efetividade do Reino de Deus na terra como alternativa incontornável ao sistema do mundo.



ENCONTRO COM O PAI (2° SERVIÇO)
14 DE SETEMBRO DE 2018

PREGADOR: PR. PINDI DUEME
TEMA: OS CÉUS E A TERRA
SUBTEMA: COMO VÊS O MUNDO?
TEXTO DE BASE: MATEUS 6:19-24


É bom pedir e orar a Deus, mas a nossa oração deve ser diferente. Tudo o que teremos neste mundo acaba por morrer ou estragar. Portanto, o nosso tesouro deve estar no céu. A maneira de ver o mundo determina o que teremos. E o nosso sucesso é determinado pela visão que temos.
No mundo encontramos uma maneira de viver. Mas o Senhor Jesus veio para mudar isso. Razão pela qual não devemos acumular as riquezas aqui na terra, onde há traça e ferragem. Como vemos as coisas pode nos dar sucesso ou fracasso. A perspectiva correcta de como encarar a vida, o Senhor nos mostrou em "Mateus 6:19-24". Essa vida começou no dia que recebemos Jesus como Senhor. Para toda nossa vida, Jesus deve permanecer Senhor.
Os bens da terra não são tesouro nos céus. Os bens do jovem rico o possuíam por isso não conseguiu se desfazer deles (Mateus 19:16-22). O Senhor nos dá a possibilidade de adquirir riquezas (Deuteronómio 8:18). Quando o Senhor deu a instrução ao jovem rico, não era para lhe tornar pobre. Era para lhe dar um tesouro no céu. Em Cristo o nosso tesouro está lá no céu. Estamos de passagem aqui na terra. Somos peregrinos. Alguns homens acumulam bens para terem prestígio social. Diante de Deus isso é errado. Não são os bens que nos fazem importante. Temos os bens porque somos importante. Como jovens não devemos procurar subir na vida; devemos crescer na vida.
Deus nos abençoará com base no conhecimento que vamos adquirindo. Se irmos atrás das coisas, vamos esquecer que estamos de passagem. Devemos ir atrás de quem nos pôs neste mundo. De nada vale ser rico diante dos homens e ser pobre para com Deus; o homem louco era pobre diante de Deus (Lucas 12:19-21).
== O que Deus espera de nós. ==
1. Alinhar as nossas prioridades com as de Deus.
Quando chegamos nesse nível, a nossa oração será que a vontade de Deus seja feita nas nossas vidas. Por este motivo, Jesus ensinou uma oração diferente da que já existia. O nosso querer deve ser fazer a vontade de Deus.
2. Saber o que somos
As pessoas que têm prioridades erradas são assim porque não conhecem a Deus. Devemos primeiro buscar o reino de Deus (Lucas 12:31-32). Se a nossa prioridade for as coisas da terra, poderemos amoantar muito e não levaremos nada depois da nossa morte. Somos desde já abençoados (Efésios 1:3).
É errado pensar que o que acumulamos é que vai nos elevar. Devemos começar com o Senhor. É o Senhor que nos faz enriquecer (Deuteronómio 15:4-5); isto porque Jesus se fez pobre para nos tornar rico (2 Coríntios 8:9)
3. Devemos ver bem
Quem vê bem é aquele que crê bem. O ver aqui é diferente de ver dos sentidos carnais. Esse ver tem haver com o entendimento. Devemos ver a grandeza de Deus na luz do evangelho. Se o que entendemos é trevas, ou não sabemos bem, o nosso corpo estará em grande trevas (Mateus 6:22-23). Existe alguém neste mundo que cega o entendimento dos incrédulos. Espiritualmente quem não vê bem, está nas trevas.
Se alinharmos as nossas prioridades com as bênçãos da nossa vida, estaremos ajuntando riquezas no céu. Que as riquezas deste mundo não nos ceguem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARECEIROS DO DESENVOLVIMENTO

PARECEIROS DO DESENVOLVIMENTO
Com grandes parceiros nós partilhamos a bênção.