Rev. Pindi Dueme - Crescendo como Jesus (Lucas 2:46-52). Saiba mais! - "Y-H"

Recente

O SEU LAR DA SALVAÇÃO

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Rev. Pindi Dueme - Crescendo como Jesus (Lucas 2:46-52). Saiba mais!




02 de Dezembro de 2018

Encontro com o Pai
Pregador: Rev. Pindi Dueme
Tema: Crescendo como Jesus. 
Texto de Base: Lucas 2:46-52


Se queremos crescer e viver como Jesus, devemos deixar de crescer e viver como os homens. A maturidade não é questão de idade. A nossa maturidade será proporcional à nossa socialização. No crescimento de Jesus a única coisa humana era a estatura. A sabedoria, submissão e graça são divinos. Nós podemos ser submissos como Jesus porque temos autoridade sobre nós. 

Quem chegou a maturidade fala pouco e escuta muito; desenvolve a arte de ouvir. Em tudo devemos ultrapassar as expectativas. Jesus sempre questionava e os mestres o admiravam. A maturidade espiritual se manifesta na graça e na sabedoria. A pessoa que cresceu em todas as situações dá graças a Deus. 

1. A submissão
A primeira coisa que Jesus tinha era a submissão. A submissão é fazer conforme a orientação de Deus. A submissão não é ser oprimido. Jesus aprendeu a submissão fazendo a vontade de seu Pai. Quem tem maturidade é guiado pelo Espírito Santo. Em Deus somos crescidos quando somos dirigidos. 
2. A sabedoria
A sabedoria é manifesta no que falamos. O que falamos determina a nossa maturidade espiritual. Falamos como filhos de Deus. Devido a nossa posição, não devemos falar de qualquer jeito. O homem perfeito controla a sua boca (Tiago 3:2). Quando o filho de Deus estiver pronto a falar, deve dizer o que é útil; o que vai edificar a vida de alguém. Não deve faltar um versículo na nossa boca. 
Quando abrirmos a boca, o mundo deve se calar e estar na expectativa de ouvir a direcção do Senhor. A sabedoria é o que devemos procurar (Provérbios 4:7). Para os filhos de Deus, Jesus é a sabedoria (1 Coríntios 1:30). Devemos falar o bem para os outros. Nós não condenamos as pessoas; nós as corrigimos. As nossas críticas devem ser construtivas. Devemos controlar a nossa língua, para somente sermos justificados (Mateus 12:35-37). Jesus foi salvo porque tinha sabedoria (João 7:46-47). 
3. Graça
A graça se vê nos resultados que acompanham a sabedoria. A graça estará sempre na nossa vida. Se formos sábios, os elementos da natureza e o mundo nos obedecerão (Mateus 8:27). Somos nós que fazemos as coisas acontecer. 
A graça é a confirmação do nosso chamado em Cristo. E isso passa agora pelo que falamos. A sabedoria vem sempre com a graça para nos empoderar. Deus não deixa nenhuma nossa oração sem resultados (1 Samuel 3:19) porque somos novas criaturas e maiores do que Samuel. 
A Graça do Senhor vem através das coisas que Deus tem para nossa própria vida. E se tivermos sabedoria, pediremos coisas que só satisfazem a nossa vida. Se tivermos preocupações correctas, Deus fará para nós e cooperará para realizar as coisas conosco. 
Tudo o que Samuel falava, acontecia. E isso lhe foi confirmado para ministério (1 Samuel 3:19-20). A nossa humilde deve levar o Espírito Santo a nos guiar e manifestar as coisas do Senhor (Tiago 4:6). Se procurarmos sabedoria o resto Deus nos dará. A graça está muito ligado a humildade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARECEIROS DO DESENVOLVIMENTO

PARECEIROS DO DESENVOLVIMENTO
Com grandes parceiros nós partilhamos a bênção.